Boa parte da população brasileira sofre com a pele oleosa e muitas pessoas não sabem o que fazer para contornar essa situação. Dessa forma, é preciso ter uma rotina adequada de cuidados, mantendo principalmente o rosto saudável. Chegou a hora de falarmos sobre skincare para pele oleosa, com todos os seus detalhes.

Devemos lembrar que existem diferenças gritantes entre a pele normal e a pele oleosa, para citarmos duas. Então, é bem importante que você saiba qual é o seu estilo, para que as nossas dicas façam efeito de maneira correta. Aliás, com o passar do tempo você deverá pegar o jeito e tudo vai ficar ainda mais fácil.

Em resumo, os mesmos cuidados que são tomadas com a pele seca devem ser feitos. Desse modo, a hidratação é uma das atividades principais para manter a pele oleosa saudável e protegida. Será que você já estava fazendo skincare para pele oleosa corretamente ou precisa de ajustes na sua rotina? Veja agora!

Para descobrir o seu tipo de pele, faça o teste hoje mesmo, clicando aqui.

Características da pele oleosa

Em primeiro lugar, é fundamental que você saiba qual é o seu tipo de pele. Aliás, se não souber, então as nossas dicas apresentadas por aqui não terão validade alguma. Para facilitar esse procedimento de descoberta, contamos com um teste, é só clicar aqui para ter acesso a esse conteúdo e resolver essa questão antes de prosseguirmos.

Em primeiro lugar, a pele oleosa é aquela que apresenta um aspecto brilhante. Assim, é comum que a sua superfície seja mais espessa e tenha um relevo irregular, já que a produção de sebo é maior do que deveria. De fato, é um tipo de pele popular, já que 70% dos brasileiros sofrem com o excesso de oleosidade e buscam soluções para isso.

Esse tipo de pele possui mais tendência a formação de cravos e espinhas, as famosas acnes. Além disso, possuem poros dilatados, que se abrem para a eliminação da secreção oleosa, produzidas mais do que o necessário pelas glândulas sebáceas. Com isso, a situação pode ser percebida com clareza nas regiões da testa, nariz e queixo, a zona T.

Quais as causas da pele oleosa?

A pele oleosa pode ser causada por algumas situações comuns, que são possíveis de evitar. Por mais que possua um aspecto mais pesado do que os outros tipos, existem motivos que podem causar a produção elevada de sebo, causando entupimento dos poros e a formação de acne. Confira quais as principais causas:

Lavar o rosto em exagero

Não é bom lavar o rosto mais do que o indicado, já que assim a pele acaba produzindo mais sebo e isso não vai adiantar nada. Desse modo, o melhor a fazer é usar produtos que controlem a produção de oleosidade.

Má alimentação

Quem não se alimenta direito pode acabar sofrendo com essa condição. Assim, é preciso manter o corpo saudável, protegendo a pele de diferentes maneiras.

Desequilíbrio hormonal

A oleosidade excessiva pode ser causada pelo desequilíbrio hormonal. As mulheres, por exemplo, passam por gravidez, menstruação e menopausa, que podem contribuir com a oleosidade.

Exposição solar em excesso

Quem se expõe demais ao sol pode acabar comprometendo a saúde de sua pele, por mais que use protetor solar.

Cuidados para todas as manhãs

Até mesmo dormindo a oleosidade continua sendo produzida por esse tipo de pele. Então, o primeiro passo logo ao acordarmos é lavar o rosto fazendo o uso de algum sabonete que esteja de acordo com as necessidades da sua face.

Um cuidado muito importante todas as manhãs é a hidratação. Aliás, muitas mulheres pensam que isso não é necessário na pele oleosa, mas não é bem assim. Dessa forma, é preciso escolher o produto adequado para o seu estilo de pele, permitindo que ela possa respirar e ficar protegida.

Por fim, o último cuidado, entre os principais que devem ser feitos na parte da manhã, envolve a aplicação de protetor solar. Assim, é preciso escolher um produto que tenha a característica oil-free, ou seja, que não possui oleosidade em sua fórmula e que não prejudicará mais a pele.

E durante a noite, o que fazer?

A rotina de skincare para pele oleosa deve prosseguir durante a noite. Nessa parte do dia, a limpeza é fundamental, para remover as impurezas que foram acumuladas ao longo do dia. Mais do que isso, é algo indispensável para quem pretende manter boa a saúde da pele.

Nesse momento a água micelar surge como uma boa fonte de limpeza, já que ela conta com vários ativos ideais para remover a oleosidade. Desse modo a pele onde for aplicada irá ser purificada. Em geral, a sua aplicação é feita por meio de um algodão embebido.

Para fechar a rotina de skincare para pele oleosa é o momento de fazer a hidratação. Dessa forma, o sérum aparece como uma das melhores alternativas disponíveis. É um produto que apresenta uma textura leve e com absorção profunda, sendo capaz de proteger todo o seu rosto.

Aprenda a hidratar a pele oleosa

É verdade que as pessoas que possuem a pele oleosa sofrem dificuldades no momento de escolherem um hidratante. Então, existem algumas características que devem ser consideradas nesse momento de escolha, como: ter uma textura confortável a sua pele e ativos que controlem a produção de sebo, mantendo a região bem hidratada.

Algumas pessoas acreditam que a pele oleosa não precisa ser hidratadas, mas isso não passa de mito. Aliás, as pessoas acabam tendo esse pensamento porque acreditam que a utilização de hidratante vai estimular a formação de espinhas e cravos na região. O que elas não sabem é que os resultados são contrários a isso.

Textura

É importante fazer a escolha de um produto que tenha uma textura leve e não gordurosa. Por sorte, com o desenvolvimento da indústria do cosmético, hoje em dia está cada vez mais fácil para encontrar produtos com essas características. Além disso, eles vão ajudar a disfarçar a aparência dos poros dilatados.

Ativos

Outro fator importante na escolha do hidratante são os ativos que ele possui em sua fórmula, sendo que estes aparecem entre os mais interessantes:

  • Ácido salicílico;
  • Ácido ferúlico;
  • Argila branca.

Escolha corretamente o protetor solar

O skincare para pele oleosa poderá ficar prejudicado se a escolha do protetor solar não for feita com sabedoria. Assim, quem se expõe a luz do Sol sem nenhum tipo de cuidado pode acabar comprometendo o seu futuro, já que ao longo do tempo esse é um problema grave. Aliás, o envelhecimento precoce é um dos efeitos mais comuns em quem não usa o filtro solar.

Se você tem a pele oleosa, então deverá apostar nos protetores tonalizantes. Acontece que eles conseguem uniformizar a tonalidade da pele, evitando manchas e disfarçando imperfeições. Por isso ele é considerado um produto multifuncional, que pode ser usado diariamente. Por fim, o protetor em pó também é uma boa escolha, permitindo que sua pele fique seca e protegida.

Você pode ficar de olho nos rótulos, para escolher um produto completo, que vai ajudar no skincare para pele oleosa. Então, escolha um que possua os seguintes compostos:

  • Ácida Hialurônico;
  • Vitamina C.

Se você tem alguma dúvida quanto aos protetores solares, então acesse o nosso artigo completo sobre esse assunto. Aliás, é uma boa oportunidade para que aprenda sobre como funciona a classificação FPS, tão comentada, mas que nem todo mundo entende o seu significado.

Alimentos que auxiliam no skincare para pele oleosa

A alimentação pode influenciar o nosso organismo de variadas formas, até mesmo em relação a oleosidade da nossa pele. Por isso, se você sofre com essa questão, é bom cortar do seu cardápio os pratos que carregam gorduras, farinha branca e açúcar, assim a tendência é que essa condição diminua.

É importante incluir na sua alimentação comidas que possuem vitaminas e minerais, sendo que o açúcar refinado é um dos maiores vilões. Com isso, quem faz o consumo de alimentos com vitaminas A, C e E, junto com cereais integrais, consegue contornar a situação. Veja agora os mais interessantes:

Vitamina A:

  • Cenoura;
  • Mamão;
  • Espinafre;
  • Manga.

Vitamina C e E:

  • Laranja;
  • Uva;
  • Frutas vermelhas;
  • Amêndoas.

Cereais integrais:

  • Arroz integral;
  • Quinoa;
  • Amaranto;
  • Trigo sarraceno.

Cuidados extras no skincare para pele oleosa

Se tem algo que precisa ser feito de uma maneira cautelosa por quem possui a pele oleosa é a escolha dos produtos que serão comprados. Então, é importante ler bem os rótulos, para evitar cosméticos que estimulam a oleosidade. Dessa forma, o melhor a fazer é escolher aqueles que possuem a característica oil-free.

É preciso tomar cuidado com as receitas caseiras, aquelas que prometem eliminar de uma vez só a oleosidade da pele. Assim, massagens e esfoliações mais fortes devem ficar restritas. Além disso, é possível que aconteça um efeito rebote, onde as glândulas vão começar a produzir mais sebo do que deveriam, sendo estimuladas de maneira errada.

 Agora que você já conhece os principais detalhes sobre a pele oleosa, é só começar a colocar em prática. Aliás, tem alguma dica que ficou faltando e está na sua rotina? Deixe nos comentários. Temos por aqui muitos outros conteúdos bacanas, aproveite!